segunda-feira, 15 de setembro de 2014

O Acúmulo De Lixo a Céu



No dia 18 de agosto de 2014, às 14 horas, as turmas da manha do segundo ano, da escola São José, designaram-se para o lugar onde é despejado o lixo do município de Óbidos, local esse conhecido como ‘’LIXÃO’’, como parte de um projeto que vem sendo desenvolvido a 3 anos, cujo o nome do projeto e ‘’Projeto Sacolas Retornáveis’’ orientado pelo Professor da disciplina de geografia, Sávio Ricarte
O objetivo da visita ao lixão era despertar nos alunos a importância do projeto, sendo assim, acompanhado do meu grupo, pude observar as diversas matérias que existiam ali, inclusive materiais em bom estado de uso, como eletrodomésticos. Percebemos também muitos queimados o que e um tanto prejudicial, pois o lixão localiza-se próximo a cidade, e dependendo das condições climáticas, fumaça pode invadir a cidade, além de prejudicar os funcionários da Serraria Auzier, que fica próximo ao local.
O ideal seria um ambiente um pouco mais afastado, visto que a cidade desenvolve-se ao longo do tempo, e que fosse implantada uma coleta seletiva em todos os bairros, facilitando o trabalho árduo dos garis reduzindo o volume do lixo e reaproveitando o que pode ser reaproveitado, e é importante ressalta que a partir dessa reciclagem, oportunidades de emprego e geração de renda, serão geradas.

Componentes.
1-ANDRÉ; 2-ARTHUR;  3-BRENDEL; 4-DANIEL; 5-DARLEY; 6-DAVI;7-DAYSE; 8-EDILAINE;
9-ELIZAMARA; 10-ERICO; 11-ERICA JAMINI; 12-FABRICÍA; 13-GLORIA; 14-ITALO; 15-JACKELINE;

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Excursão de Conscientização



No dia 18 de agosto de 2014, as turmas de 2º ano – 201 a 207 – da Escola Estadual de Ensino Médio São José, foram levadas a conhecer o estado deprimente do Lixão Municipal de Óbidos. Essa façanha deve-se ao professor Sávio Ricarte, que era o responsável pelos alunos, em prol de um projeto chamado “Sacolas Retornáveis”, que é um projeto com o objetivo de conscientizar as pessoas a respeito do uso e despejo de sacolas plásticas em Óbidos e também no planeta Terra.
Ao chegarmos ao Lixão, percebeu-se o quão grave e séria está a situação do Lixão.
Os alunos depararam-se com diversos tipos de detritos. Lixo hospitalar e doméstico encontrados no mesmo local, sendo que o lixo hospitalar deveria ser despejado em um local mais adequado, e não em qualquer lugar, já que o mesmo pode transmitir diversos tipos de doenças, restos mortais de animais também foram encontrados; lixo sendo queimado, e, para variar, a fumaça que sai é ainda mais prejudicial ao meio ambiente; observamos pessoas descartando mais lixo; no entanto, o que mais impressionou-nos foi a vasta quantidade de sacolas plásticas jogadas em todos os cantos do Lixão, sendo que elas são as mais prejudiciais ao meio ambiente, por conter petróleo e levar séculos para se decompor.
Portanto, as imagens presenciadas pelos alunos assustariam à qualquer pessoa , caso a mesma tivesse observado de perto o estado deplorável dessa parte de Óbidos. Esse engajamento dos alunos da Escola São José fez com que saíssem um pouco da zona de conforto e “ignorância” e entrassem sorrateiramente na realidade insana do mundo, tendo em mente a importância de transformar essa realidade em algo melhor para as gerações futuras.

Alunos da Turmas 203 (Turno: matutino)
Jhonata Willian;                   Josiane Silva;                       Juliana Evelyn;
Larissa Thais;                       Lucas Vieira;                        Márcio Felipe;
Rodrigo Souza;                    Sabrina Oliveira;                  Sara Maria;

Taiana Nunes.










 


sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Poluição a céu aberto



Em 18 de agosto do ano de 2014, nós, alunos desta turma 202 da manhã, visitamos o lixão municipal da cidade de Óbidos. Chegando ao local constatamos que não havia um ambiente adequado para o despejo de lixo, pois percebemos que no lugar existe lixo hospitalar, no qual deveriam ser eliminados de forma mais cautelosa sendo que jogado a céu aberto causam danos à saúde e para o meio ambiente, sacolas plásticas em grande quantidade, que poderiam estar sendo substituídas por sacolas retornáveis, que quando descartadas demoram menos tempo para se decompor do que sacolas plásticas, além de animais mortos. Dentro desses fatores observamos que outros animais vivos, tais como cachorros, gatos, urubus e etc... passeiam por lá, facilitando a transmissão de doenças para outros animais e até mesmo para nós, seres humanos.
Analisamos que com a imensidade de lixo, a única alternativa encontrada por quem mora nas redondezas e as condições que o município oferece infelizmente ainda é a queimada, já que não temos um aterro sanitário. Com a queima excessiva de lixo, a poluição do nosso ar se agrava devido a fumaça liberada.
 Pelo fato de não existir um tratamento adequado do nosso lixo, o chorume (líquido extremamente contaminante que o lixo produz), acaba vazando e infectando o lençol freático.
Portanto, pensar em soluções que possam ser úteis para o nosso município, e para o meio ambiente podem ajudar a vivermos num mundo melhor.


Alunos:  Breno Silva
 Bruna Mayane
 Bruno Pereira
             Dayane Santos
 Daniele Sampaio
 Danilo Pinheiro
 Emerson Canto
 Emerson Prado
 Etelma
 Evelin Gomes
 Gisele Patrícia
Jorgina Silva
José Nilton

Um olhar sobre o lixão



No dia 18 de agosto às 14h, alunos da Escola ´´São José``  foram até o lixão da cidade. Essa excursão faz parte de uma das atividades do Projeto ´´Sacolas Retornáveis`` coordenado pelo Prof. Sávio, que também faz do programa do Governo chamado ´´Jovem de Futuro``,cujo seu objetivo é levar o aluno a refletir sobre algumas de suas ações no meio ambiente, o quanto elas podem ser prejudiciais e como reverter essa situação.
    Diz uma aluna que estava presente no lixão:
  -Ao chegar lá, pude perceber o quanto o lixo é prejudicial ao meio ambiente, havia muita fumaça causada pela queima de lixo que lá era feita,o odor era insuportável, por conta disso o Prof. Sávio distribuiu mascaras descartáveis para todos seus alunos, mas o que não pude deixar de perceber era a quantia absurda de sacolas plásticas  despejadas por todo lado, (sacolas que demoram mais de 500 anos para se decompor na natureza).
     Todos os dias são despejadas toneladas de lixo no lixão, e em meio a toneladas de lixo estimasse que haja mais de 10.000 sacos plásticos.
     No dia 01 de agosto entrou em vigor uma lei proibindo que lixões a céu aberto continuassem funcionando, todas as cidades do país teriam que substituir os lixões a céu aberto por Aterros Sanitários, algo que esta bem longe de acontecer em nossa cidade.Sendo que as prefeituras que não aderissem ao Aterro Sanitário e mantivessem seus lixões funcionando  seriam multadas.
      O lixo não só polui o solo contaminando os lençóis freáticos mas também polui o ar que respiramos. As pessoas que moram perto do lixão correm um risco imenso de contrair doenças, e não é só elas,pessoas que moram longe do lixão também estão expostas ao risco de contrair doenças, como por exemplo através do ar.
Alunos:
Leticia Vasconcelos/Marlon Azevedo/Matheus Camargo/Nathalya Alves/Nayra Quetlen/Onandeson Barbosa/Paulo Vitor/Pedro da Gama/Rafaela Amaral
Rebeca Lais/Rosenildo Mateus/Samara Sampaio/Tarcio Alexandre/Thais Rufino/Ygor Luis.













O Destino do Lixo




No dia 18 de Agosto ás 14:00 horas , nossa turma 205 e mais as outras turmas da escola São José que cursam o 2 ano do Ensino Médio dirigiram-se ao lixão municipal da nossa  cidade  Óbidos , tendo como objetivo conscientizar os alunos sobre como o lixo que produzimos é tratado inadequadamente na nossa cidade.
Foi possível observar a enorme quantidade de lixo muitas queimadas e principalmente sacolas plásticas no referido local , material este que demora anos para se decompor no meio ambiente causando grandes impactos e consequentemente degradando o solo , o ar e os lenções freáticos com uma substância  chamada chorume que é liberado pelos resíduos do determinado lixo.
 Por isso , o projeto das Sacolas Retornáveis vem para amenizar ao menos uma grande parte do problema que é a diminuição das sacolas plásticas do meio ambiente , e assim estaremos ajudando o nosso planeta .  

Componentes :    Aline                                Erick
                            Bianca                              Jonielson
                                Bruna                               José Anderson
                            Cristian
                            Daiana
                            Elke                         Orientador : Prof. Sávio Ricarte
                            Eleni